Voltar 27 de Outubro de 2020
  • ExpoGestão

  • ExpoGestão min

“Coloque a sua alma no que está fazendo”

A imensa capacidade de transformação e de garra que norteia a vida de um homem que trabalhou ao lado pai, assumiu o comando da empresa e hoje acompanha e aconselha a gestão do filho, que está à frente dos negócios. Essa é a história do mineiro Luiz Alberto Garcia, que sucedeu o pai no comando da Algar e transformou uma empresa familiar no maior grupo brasileiro de telecomunicações, com mais de 19 mil colaboradores e 2 milhões de clientes. Mesmo sendo uma organização familiar, o grupo é reconhecido por sua gestão profissionalizada e governança corporativa.

Hoje presidente de honra do conselho de administração do grupo, Garcia dividiu com o público da Expogestão 2020 um pouco da sua trajetória e sua experiência de vida.

Liderança

“O líder na Algar é a pessoa que congrega os demais, mas o trabalho é feito em conjunto. Esse é o ponto principal. É como se o líder fosse um grande maestro. Ele conduz a orquestra, só que não consegue fazer o trabalho sozinho. Na Algar o líder precisa fazer o trabalho de congregar. Pode ter na equipe alguém que seja até mais capacitado tecnicamente que ele, o que importa é que saiba lidar com as pessoas.”

Motivação

“Motivação é você chegar no fim do dia e poder olhar para trás, ver que deu duro, e que valeu a pena. É pensar: ‘puxa vida, coloquei mais um tijolinho na obra que eu estou construindo’. É levantar de manhã feliz porque vai trabalhar em alguma coisa que o agrada. Aliás, eu aconselho a todos aqueles que trabalham em um lugar ou em um projeto onde não se encontram que mudem, porque senão vão acabar se matando. Uma pessoa motivada transmite isso para os pares. Ela não precisa chamar a atenção para si nem chamar ninguém para trabalhar ao seu lado, porque ela naturalmente agrega. Seu entusiasmo atrai as pessoas para o seu lado.”

Sucessão

“Muitas gerações já passaram pela Algar. Mas hoje não pode mais ser assim não pode ser assim. No grupo Algar, familiares trabalham fora, ganham experiência. Depois, tendo oportunidade, podem vir trabalhar no grupo. Somos muito rígidos em relação à sucessão. Não só a da cabeça, mas cada diretor, cada gerente tem que ter, no mínimo, dois candidatos a indicar para sucedê-lo. Se não tem, fica onde está. Se não tem sucessor na área, vai buscar no mercado. Mas tem sempre de apontar duas sugestões. Isso dá tranquilidade para a empresa.A sucessão do meu pai foi tranquila. Eu atuei em todos os cargos, galguei meu espaço. Mas eram outros tempos”

Arrependimentos

“Chorar o leite derramado não vai não vai mudar nada. E não dá para voltar no tempo com aquilo que você sabe hoje. Eu não gosto nem de pensar nisso. Eu prefiro pensar lá na frente. As oportunidades estão aí e eu me recuso a ficar lastimando o passado. O passado é extremamente importante para que você mostre que foi um passado de honestidade, de trabalho, de correção e de entrega daquilo que você prometeu. Isso é extremamente importante, porque Importante porque isso você fala é com voz alta, com coragem e retidão.  O que você deixou de fazer, o que você perdeu, e o que você fez de errado faz parte da vida. Se tivesse feito falcatrua, passado a perna em alguém, seria difícil consertar. Por isso, precisamos ter muito cuidado com que estamos fazendo hoje, porque, lá na frente, nossos netos e bisnetos vão responder por isso.”

Legado

“O meu principal legado são meus dois filhos.”

Maior sonho

“O meu sonho bate com o sonho do meu pai: quero ver esse Brasil em primeiro lugar. Ele faleceu e não viu. Eu estou com 85 anos, talvez não veja. Mas é o que gostaria. Temos obrigação de olhar pelo nosso país.  Também quero ver sempre a harmonia na minha família.”

Amor pelo trabalho

“Quando você trabalha em um lugar que você gosta, você está descansando, não está trabalhando. Você sai de casa para extravasar, para produzir. Trabalhar é a melhor coisa que tem. Eu não posso, não devo e não quero tomar o lugar de jovens, mas eu posso muito bem assessorar e falar o que eu sinto dentro da empresa. Faço com muito prazer e muita ênfase”

Encantar o cliente

“A empresa precisa se manter a melhor, sempre. Não vale ter apenas a satisfação do cliente. Você precisa ter o encantamento. Satisfação todo mundo busca. Encantar é diferente. Falo muito para os nossos associados, que todos nós carregamos na testa um luminoso com a marca Algar. Todo o que fizermos vai recair em cima da organização. Então, precisamos ter muito juízo.”

Frase de gestão

“Você tem de ter ‘metro’ no querer. Tem de medir o que quer, o bolso e sua capacidade de fazer.”

Acredite

Não existe bola fora. O jogo só termina quando o juiz apita. Se você não acreditar, vai perder. Quem acredita, transmite para os pares. Se acredita, vai na frente, coloque a sua alma naquilo que está fazendo. Isso é o que desejo para todos. Acredite!”


Autor

ExpoGestão

Ao longo de 18 anos, a ExpoGestão se consolidou como um dos mais renomados encontros empresariais do Brasil. A ExpoGestão se converteu em uma plataforma de soluções, mantendo nosso DNA: uma curadoria primorosa, que sente as alegrias e dores do gestor brasileiro e lhe traz, sob medida, os conteúdos mais relevantes, instigantes e inspiradores – de saúde mental a transformação digital, do novo papel da liderança a cenários político-econômicos, de inovação a estratégia.


Experimente nossa plataforma. São mais de 50 vídeos para você se inspirar


Saiba Mais
Rogga

Conteúdos Relacionados

Não há postages relacionadas.

Outras Postagens

Patrocínio:




Apoio:

Entidades Parceiras:

Apoio de Mídia:

Realização:

Parceiros:

Franke
Michael Page
kpmg
Qlik
Sercompe
Silva Santana & Teston
Aylmer
Sympla

ExpoGestão o caminho para a mudança começa agora

Nosso objetivo é trazer a inspiração necessária a tempos de incerteza e adaptação, com as boas práticas no mercado, para construir a liderança de que o mundo precisa.

"Aprender é a única coisa de que a mente nunca cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende" Leonardo Da Vinci