Voltar 30 de Abril de 2021
  • ExpoGestão

  • ExpoGestão min

Como manter a lucidez no estresse que vivemos

Liderança, lucidez e decisões em cenários de pressão foi o tema do Conexões Expogestão realizado em 28 de abril. O encontro teve como convidado o psiquiatra e phd Roberto Aylmer, especialista com grande experiência em cultura organizacional, liderança, gestão de ambientes complexos e burnout executivo. Contou também com a participação de empresas como BMW, Koerich e Sicredi, que deram seus depoimentos sobre como estão lidando com a saúde mental de seus funcionários na pandemia.

Veja a seguir alguns dos principais insights de Roberto Aylmer

“Se você perder a sua lucidez, toda a sua capacidade, seu conhecimento, tudo o que você tem se perde também. A lucidez é a sua capacidade de analisar o contexto e fazer escolhas”.

“Todos nós entramos no lado escuro da força quando a pressão é intensa e longa. Estamos vivendo mais um ano de pandemia. Nossa resiliência tem limites”.

“Pessoas bem-sucedidas não conseguem enxergar a própria necessidade de mudança”.

“Quanto mais alto sobe um líder, mais as pessoas falam o que ele quer ouvir e menos o que ele precisa ouvir”.

“Manter sua lucidez não é tão simples quanto parece. Ela se esvai aos poucos e você não perceberá. Por isso você precisa de um sensor externo, alguém que te avise: perigo”.

“Incerteza sobre o amanhã afeta as chances de sucesso no futuro”.

“Toda a vez que uma urgência está acontecendo o importante sai de foco. Isso vale para a vida e para a segurança operacional”.

“Pressão continuada, medo de pegar o vírus, perder o emprego ou os dois, capacidade de superar pressão.  Estamos com uma redução progressiva da nossa lucidez”.

“Como funciona a cabeça do indivíduo? Funciona em custo benefício. Se o custo é alto eu faço um atalho”.

“Quando a cultura não respeita a pessoa a cabeça faz um atalho diferente”.

“O processo de incerteza mexe mais profundamente com a nossa cabeça do que notícia ruim. A incerteza dispara o nível de estresse”.

“Todos nós estamos tão cansados quanto as equipes dos CTIs”.

“Peça menos relatório, reduza o tempo de reunião e mostre mais para as pessoas um pouco de confiança e empatia, cuidar melhor de si e do outro”.

“Quando a pressão é duradora ela funciona como espécie de tortura e afeta a lucidez”.

“Quando aumenta a pressão, seja mais intencional, menos automático. Presta mais atenção para fazer as coisas”.

“Numa pandemia o número de pessoas infectados pela incerteza é maior do que o de afetados pela infecção. A incerteza é o medo que não vai embora”.

“A incerteza levanta as defesas, reduz a empatia e a lucidez, reduzindo a colaboração entre pares e aumentando a competição”.

“Como faz para reduzir a incerteza? Comece por você. Faça um esforço para que quando você chegar as pessoas tenham uma sensação de alívio”.

“Como você expressa a capacidade de levar as pessoas para um próximo desafio? Você não pode garantir a guerra, mas pode garantir metas mais alcançáveis”.

“Toda vitória tem que ser celebrada”.

“Cuide do outro na batalha”.

“O momento difícil é de fortalecer os vínculos e as relações da empresa com o individuo e entre as pessoas. Com atos de nobreza, e de generosidade”.

“A pandemia mudou a situação. Mas o jogo mudou. O jogo antes era combate. O xadrez hoje são times no mesmo tabuleiro e a palavra-chave é articular com o outro para vencer o inimigo comum. A chance que temos com a pandemia é aumentar a lucidez do jogo”.

“A evolução é mais rápida quando a gente tem cooperação com flexibilidade”.

“Na natureza tem cooperação baseada no DNA. O ser humano tem escolha. Ele pode escolher colaborar ou competir. Participar ou destruir. Ele pode escolher como vai se posicionar e aí está a inteligência coletiva”.

“Eu me importo é o grande desafio da pandemia. Fazer apenas o que eu preciso para sobreviver ou olhar para outras pessoas, outras comunidades e dar o meu melhor”

“O papel do chefe imediato é fundamental na percepção da pressão”

“A tecnologia hoje não é o ideal, mas é o cenário que temos”.

“O estresse de zoom é um cansaço neurológico”.

“Escolha seus combates. A pandemia continua. Escolha aonde você vai gastar a sua energia.

“Estamos num momento de crise e na crise temos que trabalhar todos juntos”.

“A saúde mental está sendo afetada em todos nos. Por isso é importante aumentar a empatia e o acolhimento”.

A prática da gestão

A Expogestão sempre deve o lema de trazer o pensamento e a prática da Gestão. Nesta edição do Conexões três empresas participaram com depoimentos sobre o tema.

Betina Kraus – Diretora de RH da BMW do Brasil

A pergunta central que todas as empresas se fazem hoje é como construirmos equipes seguras e confiantes? A pandemia acelerou esta necessidade. Temos mudanças todos os dias e precisamos reagir a elas e à complexidade. Um dos elementos fundamentais é a nossa liderança. A BMW é uma empresa de 100 anos e a confiança é um dos nossos valores. Os outros são transparência, responsabilidade, abertura a mudanças e reconhecimento. O ponto central para a nossa equipe é o interesse genuíno do líder no seu time. A gente não constrói confiança de noite para o dia. É importante que os líderes sejam transparentes.

“É numa crise que se vê se os valores são de verdade ou não. Neste momento de pandemia muitas empresas estão fortalecendo seus vínculos com respeito a atenção das pessoas”, destaca Aylmer.

Rubia Staidel, gerente de pessoas do Sicredi SC

Investimos muito forte em preparar os nossos líderes para ter conversas difíceis e verdadeiras com nossos colaboradores. Confiança e interesse genuíno são palavras que ‘batemos’ diariamente com os nossos gestores.

Os gestores são acompanhados para entender que eles tenham esta proximidade com seus liderados. Quando o nosso colaborador é bem cuidado ele vai ter interesse em atender o associado da mesma maneira. 

Trabalhamos fortemente na prática da cooperação no Sicredi. Como a inteligência coletiva pode ajudar neste contexto tão complexo que estamos vivendo?

“As relações trazem resultados. A inteligência coletiva é o outro nome de cooperativismo. A inteligência coletiva é o estágio mais alto da nossa evolução. Esta cultura de que pessoas são mais importante que números traz muito resultado”, disse Aylmer.

Eduardo Koerich, empreendedor do Grupo Koerich

Na pandemia, quando tivemos que fechar lojas da noite para o dia, mantivemos a transparência com toda a equipe na garantia do emprego para todos os colaboradores. É muito importante que a liderança mantenha a calma e assuma a frente em momentos de crise. Fizemos isso no também há três anos quando tivemos um incêndio onde pegou fogo em 50% do nosso centro de distribuição.

Além da transparência, o que mais podemos adotar de medida para auxiliar os colaboradores a diminuir as feridas que ficaram com a perda de parentes e familiares?

“Vocês estão fazendo o melhor, que é se importar de verdade. E estar presente, junto. A luta está lá fora, não está aqui dentro. A segurança psicológica. O combate está lá fora, não está entre nós. É uma confiança genuína na nossa relação”, falou Aylmer.

——

Para assistir à íntegra do Conexões Expogestão com Roberto Aylmer, clique aqui.


Autor

ExpoGestão

Ao longo de 18 anos, a ExpoGestão se consolidou como um dos mais renomados encontros empresariais do Brasil. A ExpoGestão se converteu em uma plataforma de soluções, mantendo nosso DNA: uma curadoria primorosa, que sente as alegrias e dores do gestor brasileiro e lhe traz, sob medida, os conteúdos mais relevantes, instigantes e inspiradores – de saúde mental a transformação digital, do novo papel da liderança a cenários político-econômicos, de inovação a estratégia.


Experimente nossa plataforma. São mais de 50 vídeos para você se inspirar


Saiba Mais

Conteúdos Relacionados

Não há postages relacionadas.

Outras Postagens

Patrocínio:




Entidades Parceiras:

Apoio de Mídia:

Realização:

Parceiros:

Franke
Michael Page
kpmg
Qlik
Toccatto
Target
Sercompe
Silva Santana & Teston
Moore
Sympla
Hype50+
Aylmer
Instituto Cliente Feliz
Escola do Teatro Bolshoi no Brasil
Mandelli & Logiggio
By the Bed
Tendências
SEBRAE
Oxford Porcelanas
STRAUSS

ExpoGestão o caminho para a mudança começa agora

Nosso objetivo é trazer a inspiração necessária a tempos de incerteza e adaptação, com as boas práticas no mercado, para construir a liderança de que o mundo precisa.

"Aprender é a única coisa de que a mente nunca cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende" Leonardo Da Vinci