Voltar 2 de Junho de 2021
  • Inovação e Tendências

  • ExpoGestão 3 min

Inovação, uma conquista coletiva

Como ser uma empresa com quase 60 anos de mercado e ainda ter a inovação como um dos seus principais ativos? Para Albano Schmidt, presidente da Termotécnica, a inovação é um processo de tentativa e erro que nasce de uma maneira coletiva, e nunca apenas de uma pessoa só. A busca constante e coletiva da Termotécnica por inovação foi reconhecida em 2021 com o Prêmio Inovação Catarinense Caspar Erich Stemmer, da Fapesc,na categoria Empresa Inovadora.
Com a valorização da embalagem e do design – que têm sido cada vez mais um fator decisor para o consumidor e para as empresas- a indústria de transformação de EPS (mais conhecido como isopor, marca de terceiro) vem protagonizando e conquistando diferentes segmentos. Um deles é o farmacêutico. Atualmente, a Termotécnica é a principal fornecedora para o distribuidor logístico do Ministério da Saúde, de embalagens para as vacinas da Covid-19, garantindo as temperaturas adequadas e segurança no transporte. Confira a seguir os principais pontos abordados na entrevista:

Como se manter inovadora
Para uma empresa conseguir continuar no mercado com produtos e soluções, ela precisa ter uma busca constante por inovação, novos mercados e novas aplicações. Se renovar e se reinventar, é isso o que nós fazemos, está no DNA da Termotécnica. Desde a nossa fundação buscamos novas tecnologias, produtos e aplicações para soluções os problemas que são apresentados pelos nossos clientes.

Processo de inovação

Há muitos anos, estruturamos na Termotécnica essa busca pelo novo. Nós definimos que precisávamos desconcentrar a empresa e procurar novas aplicações e novos mercados.
Estabelecemos então um processo bem estruturado internamente, onde recebemos inputs dos nossos clientes, em visitas, feiras mundiais e também de dentro do nosso corpo técnico. Quando surgem essas ideias, tudo entra em um processo interno de seleção, que passam por vários estágios de análise, até que surgem projetos que a gente entende como uma soluções diferenciadas e com potencial para atender uma demanda de mercado.

O futuro da embalagem

A embalagem sempre foi um diferencial de venda para qualquer tipo de produto. Por isso se investiu muito nos últimos anos em design e novos formatos. O conceito da nossa embalagem se baseia na proteção e no acondicionamento. Com as mudanças dos hábitos de consumo e também com o crescimento das compras online, a nossa embalagem tem se tornado cada vez mais fundamental para que o produto chegue na casa do cliente em plenas condições.
No segmento de frutas, por exemplo, onde você precisar manter o frescor da fruta durante todo o trajeto até chegar na casa do cliente, a embalagem é essencial. Nestes aspectos, a nossa embalagem tornou-se uma embalagem vendedora, ela não está só protegendo e acondicionando, mas também destaca o produto.
Outros produtos não podem sofrer variações bruscas de temperatura – é o caso das vacinas de Covid-19. Quase a totalidade das embalagens utilizadas para transportar as vacinas de Covid-19 por todo o Brasil, atualmente, são da Termotécnica.


Aprendizado com a pandemia

O primeiro aprendizado é que estruturamos a empresa toda para, em um primeiro momento, garantir a segurança do trabalho aos nossos funcionários. Adotar os procedimentos de segurança foi um aprendizado para todo o mundo e hoje já é uma rotina. Outro aprendizado foi trabalhar de maneira remota (online). Com a dificuldade de locomoção, temos feito várias reuniões de maneira virtual. Nos estruturamos melhor para isso e treinamos nossas equipes, inclusive em posturas, em como se comunicar virtualmente. Além disso, em nenhum momento deixamos de contatar nossos clientes e de continuar os projetos em desenvolvimento. O contato foi diferente, de forma remota, mas continuou e foi constante.


Oportunidades
Além do fator do aumento de compras por e-commerce, houve uma demanda maior de soluções que protegessem no transporte, e o EPS ajudou muito nesse processo.
No início da pandemia, o mundo deu uma parada e, em um dado momento, houve uma falta absurda de insumos e de matérias-primas em diferentes segmentos. O mercado enfrentou a escassez de embalagens e, no nosso caso, pelo fato de termos uma solução verticalizada, pois fabricamos a própria matéria-prima, conseguimos absorver muitas dessas necessidades de clientes novos, que ficaram sem alternativa e abriram a possibilidade para que nós pudéssemos oferecer uma solução diferente.

Momentos cruciais que transformaram o mindset da empresa
A fundação da empresa já começou com uma inovação. Ela foi fundada dentro da Fundição Tupy, trazendo a tecnologia do plástico. Desde o começo, herdamos o DNA da Tupy de investir fortemente em pesquisa, desenvolvimento, ferramentais e tecnologia. E isso continua. Ao longo da história da empresa, tivemos alguns turning points.
Começamos fazendo caixas, de uma maneira geral, conservadoras, e artefatos de varejo. Em um dado momento, mudamos para aspectos mais técnicos, e entramos na parte de isolamento térmico, onde houve um grande desenvolvimento na aplicação em construção e desenvolvimento de grandes câmaras frigoríficas, onde são necessárias uma temperatura constante.
Mais um momento importante foi quando decidimos instalar unidades para atender a mercados específicos. Também agimos rápido para desinvestir, mudar e ir onde o nosso cliente está.
Em 1994, aconteceu outra grande virada. Implantamos o primeiro projeto para embalar refrigeradores 100% em EPS. Foi a primeira geladeira embalada com uma base e cantoneiras todas em EPS. A partir daquele ano, esse mercado expandiu para todos os produtos da linha branca.
Em 2007, decidimos iniciar a logística reversa com o projeto Reciclar EPS, reciclando as nossas embalagens.
Nos antecipamos à Política Nacional de Resíduos Sólidos, e investimos para preparar as nossas unidades para esse projeto de reciclagem. Hoje, isso é um fator determinante na venda de qualquer solução e somos reconhecidos como uma das empresas mais sustentáveis do país.

Novos mercados
Entramos no agronegócio com soluções para o acondicionamento de transporte de frutas, e este é um mercado em crescimento onde estamos investindo. O segmento fármaco, com o transporte de remédios e vacinas, tem ganhado bastante importância. Mesmo antes da Covid-19, criamos uma área específica para atender esse mercado que é bastante sofisticado, pois necessita de um controle de temperatura e acondicionamento por períodos mais longos.
Estamos investindo também na área de rastreabilidade e segurança da embalagem, criando um conceito de segurança, para que a pessoas se certifiquem que essa embalagem, ao longo de todo o transporte, não sofra picos de temperatura ou seja violada.
São aspectos que vem se tornando importantes para o consumidor, e nós já estamos atentos e pensando em uma solução para atender a estes requisitos que a sociedade demanda.


Prêmio Inovação Catarinense
O Prêmio veio coroar os muitos anos de trabalho de desenvolvimento da nossa área de inovação. Hoje temos um processo na empresa inteira, bem estruturado, desde como entra a ideia, as necessidades de mercado, como ela é trabalhada internamente, que projetos vamos dar prosseguimento, como buscar parceiros para fazer essas inovações.

Nosso reconhecimento não foi por uma inovação, mas por todo o processo que implantamos aqui dentro para continuar sendo uma empresa inovadora e perene.
Uma preocupação que tenho há 20 anos é que, já inventamos e desenvolvemos tantas coisas, mas muito se perdia. Com isso, a Gestão do Conhecimento assegura que tudo o que aprendemos e criamos fique registrado. Não perder o que aprendemos foi a base que estruturou a nossa área de inovação.


Como começar a inovar

Primeiro, quando se fala em inovação, a maioria das pessoas pensa naquela pessoa que teve uma ideia sozinha. Mas isso não funciona assim, O processo de inovação é de tentativa e erro, muito desenvolvimento, é um processo 95% transpiração e 5% inspiração.

Seja persistente, seja organizado, procure oportunidades em locais onde você não iria normalmente – uma feira, uma exposição, uma viagem. Hoje, com a internet, podemos buscar no mundo inteiro informações sobre novas soluções. A empresa precisa necessariamente estar aberta para o mundo, ser receptiva às novas ideias.
E isso começa também pela alta gerência, que precisa acreditar, dar oportunidades e incentivar.



A essência e o propósito da Termotécnica
O meu sonho sempre foi construir uma empresa de classe mundial onde as pessoas tenham o orgulho e o prazer de trabalhar. E pra ser uma empresa assim precisamos estabelecer bons índices de produtividade, rentabilidade, ser uma empresa inovadora, sustentável, respeitando o meio ambiente, Ser um local onde as pessoas tenham desafios constantes, que sejam respeitadas, ouvidas, tenham os seus direitos e suas diferenças preservadas, e a Termotécnica cumpre com isso.


Autor

ExpoGestão

Ao longo de 18 anos, a ExpoGestão se consolidou como um dos mais renomados encontros empresariais do Brasil. A ExpoGestão se converteu em uma plataforma de soluções, mantendo nosso DNA: uma curadoria primorosa, que sente as alegrias e dores do gestor brasileiro e lhe traz, sob medida, os conteúdos mais relevantes, instigantes e inspiradores – de saúde mental a transformação digital, do novo papel da liderança a cenários político-econômicos, de inovação a estratégia.


Experimente nossa plataforma. São mais de 50 vídeos para você se inspirar


Saiba Mais

Conteúdos Relacionados

Outras Postagens

Patrocínio:




Entidades Parceiras:

Apoio de Mídia:

Realização:

Parceiros:

Franke
Michael Page
kpmg
Qlik
Toccatto
Target
Sercompe
Silva Santana & Teston
Moore
Sympla
Hype50+
Aylmer
Instituto Cliente Feliz
Escola do Teatro Bolshoi no Brasil
Mandelli & Logiggio
By the Bed
Tendências
SEBRAE
Oxford Porcelanas
STRAUSS

ExpoGestão o caminho para a mudança começa agora

Nosso objetivo é trazer a inspiração necessária a tempos de incerteza e adaptação, com as boas práticas no mercado, para construir a liderança de que o mundo precisa.

"Aprender é a única coisa de que a mente nunca cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende" Leonardo Da Vinci