Ir para o conteúdo Pular para o menu principal

A produtividade das empresas no Brasil e no mundo

  Será que a efetividade nos processos produtivos das empresas brasileiras acompanha o ritmo de outros países? Confira.   Atualmente, muito se fala sobre a produtividade e o desempenho dos…

 

Será que a efetividade nos processos produtivos das empresas brasileiras acompanha o ritmo de outros países? Confira.

 

Atualmente, muito se fala sobre a produtividade e o desempenho dos colaboradores no trabalho e nas empresas como um todo. De fato, esses  aspectos são essenciais para o bom funcionamento e o sucesso de um negócio.

Mas qual é mesmo a definição de produtividade? Quanto da capacidade disponível está sendo utilizada na entrega dos produtos e/ou serviços.

Sendo assim, a produtividade pode ser calculada dividindo o lucro pelos ativos da empresa. Também vale lembrar que mais importante do que aumentar a produção, é aumentar seu resultado. Para isso, é essencial conhecer os aspectos que influenciam a produtividade.

Fatores que influenciam a produtividade

Há várias condições que impactam no aumento ou redução da produtividade. Elas podem ser tanto externas, que fogem do controle, quanto internas, que podem ser melhoradas pela empresa.

Entre os fatores externos, estão deficiências estruturais, índices de educação, carga tributária e burocracia. Entre os internos, se encontram processos, pessoas, tecnologias e canais de venda. E são nesses fatores que a empresa deve atuar para alavancar sua produtividade.

 

Produtividade no Brasil e no mundo

Maximizar lucros, elevar resultados e ainda contar com colaboradores engajados é o sonho da sua empresa? Esse, com certeza, é o mundo ideal para todos os empresários. Chegar a um certo patamar de produtividade, no entanto, não é uma tarefa fácil. Veja como está cenário competitivo no Brasil e no mundo.

De acordo com uma pesquisa, o trabalhador americano é, em média, 5x mais produtivo do que o brasileiro. Ao dividir o PIB dos países pelo número de trabalhadores produtivos, é possível encontrar a produtividade média do trabalhador.

Enquanto nos Estados Unidos a produtividade é de 100 mil dólares ao ano por trabalhador, no Brasil o resultado é de 22 mil dólares ao ano por trabalhador. Mas por que a diferença é tão grande? 

A produção de café pode ser considerada um exemplo. O Brasil exporta uma saca de 60 kg de café ao preço aproximado de R$ 400. Esta saca rende 48 quilos de café torrado e processado que, por sua vez, proporciona a comercialização de 4.800 xícaras de cafezinho, que são vendidas em redes como a Starbucks por US$ 5.

O que acontece com o café se repete com outras commodities. O maior problema de produtividade no Brasil é o baixo valor agregado dos principais produtos da pauta de exportação do país. Nesse caso, um dos principais produtos da pauta de exportação do país. 

Outros países x Brasil

Conforme o Agência Brasil, de acordo com o relatório elaborado pelo Fórum Econômico Mundial (WEC – World Economic Forum), no ranking de produtividade comparando 141 países em 2019, o Brasil ocupa a 71ª posição, sendo que em 2012 ocupava a 48ª posição. 

Gostou do conteúdo? Clique aqui e descubra 5 passos para aumentar a produtividade da sua empresa + mitos sobre produtividade!