Voltar 3 de Fevereiro de 2022
  • Inovação e Tendências

  • ExpoGestão 4,39 min

Perspectivas para o Mercado de Trabalho 2022, segundo estudo do PageGroup

Novas tecnologias, novos mercados, diferentes formas de trabalho e o avanço na vacinação são responsáveis pelo novo momento econômico em que vivemos. Com o objetivo de oferecer informações de valor sobre os cenários do mercado de trabalho na América Latina em 2022, o PageGroup apresentou o estudo “Perspectivas para o Mercado de Trabalho 2022”, com conteúdos elaborados que convergem, possibilitando dados valiosos para tomada de decisões e operações em nível nacional e regional.

O documento apresenta as tendências da América Latina para oferecer um panorama do que está por vir, como, por exemplo, quais serão as habilidades prioritárias para posições de liderança, o impulso necessário para o compromisso e motivação de seus colaboradores após quase dois anos de teletrabalho e o aprofundamento de setores emergentes.

O PageGroup ouviu quase 3 mil colaboradores de diferentes empresas e setores sobre as principais tendências dos talentos latino-americanos. Os dados foram coletados entre os meses de setembro e outubro de 2021 e as respostas foram fornecidas principalmente por executivos de organizações de capital privado e misto da Argentina, Brasil Chile, Colômbia, México, Panamá e Peru.

Confira a seguir o recorte de alguns pontos do estudo que pode ser consultado na íntegra CLICANDO AQUI.

Talentos querem ouvir oportunidades

53,3% estão abertos a receber ofertas

41,3% responderam que os benefícios atrativos, combinados com remuneração competitiva, é a principal estratégia que as empresas implementam para reter talentos

40,3% consideram as oportunidades de aprendizagem e desenvolvimento

22,7% valorizam contratos de trabalho flexíveis

Estratégias de Retenção de Talentos

Remuneração competitiva

Oportunidades de aprendizagem e desenvolvimento

Contratos de trabalho flexíveis

Tendências para o mercado emergente latino-americano

Setor de tecnologia é considerado o foco que os mercados emergentes terão em 2022

Quase 30% das organizações na América Latina mantêm ligações e/ou associações com startups

A implementação de Inteligência Artificial ou Machine Learning ainda não é a regra em todos os países estudados

Todas as empresas que as utilizam atualmente o fazem para automatizar processos (80,7%), incluir o uso de assistentes virtuais ou chatbots (43,3%) e facilitar o processamento de big data (42,2%).

Tecnologia e Saúde: as engrenagens da economia atual

Perfis de tecnologia mais demandados em 2022: 

Business Intelligence – 54.2%

Segurança cibernética – 49.7%

Big data ­- 44.4%

A tendência que dominará o setor de saúde em relação a recursos humanos será a contratação de novas pessoas por potencial e competências para além da mobilidade de talentos internos e formação.

Perfis profissionais da área de saúde

Análise de dados – 37%

Inteligência artificial – 38,7%

Biotecnologia – 38,4%

Cinco competências pessoais mais buscadas

Capacidade de adaptação

Pensamento criativo

Trabalho em equipe

Inteligência emocional

Resiliência

O modelo híbrido no novo normal

Menos de 20% dos participantes continuam a trabalhar exclusivamente em casa

37,5% voltaram ao modelo presencial

44,3% estão trabalhando na modalidade híbrida ou mista

Desafios do modelo híbrido

Comunicar de forma assertiva e em equipes de trabalho

Reorganizar processos

Manter a cultura empresarial

Nômades digitais

Quase todos os entrevistados trabalharam durante viagem pelo menos uma vez

Mais da metade considera que essa prática raramente reduz a produtividade dos funcionários.

44% das organizações têm pessoas trabalhando em um país diferente de sua matriz

Os três setores mais preparados

Bancário / Financeiro / Crédito / Seguros

Marketing

Tecnologia / Negócios Digitais / Aplicativos Móveis

Benefícios do emprego em 2022

Atualização ou aumento salarial periódico

Bônus

Política de home office ou horário flexível

Conclusões

A contingência de saúde gerou reflexão sobre as prioridades que devem ser levadas em conta para garantir o bom funcionamento das empresas, bem como para manter o bem-estar dos colaboradores;

Reflexão sobre igualdade para licenças maternidade e paternidade;

As empresas perceberam que os ambientes virtuais permitem práticas mais inclusivas;

O compromisso das organizações com iniciativas ecológicas é cada vez maior e mais visível na América Latina;

O foco da liderança para 2022 é impulsionar o engajamento e a motivação dos colaboradores, seguido por maior transparência e maior comunicação;

O foco na saúde e segurança dos funcionários é uma das três principais prioridades das empresas hoje, acima da geração de receita.


Autor

ExpoGestão

Ao longo de 18 anos, a ExpoGestão se consolidou como um dos mais renomados encontros empresariais do Brasil. A ExpoGestão se converteu em uma plataforma de soluções, mantendo nosso DNA: uma curadoria primorosa, que sente as alegrias e dores do gestor brasileiro e lhe traz, sob medida, os conteúdos mais relevantes, instigantes e inspiradores – de saúde mental a transformação digital, do novo papel da liderança a cenários político-econômicos, de inovação a estratégia.


Experimente nossa plataforma. São mais de 50 vídeos para você se inspirar


Saiba Mais

Conteúdos Relacionados

Não há postages relacionadas.

Outras Postagens