Voltar 19 de Outubro de 2021
  • ExpoGestão

  • ExpoGestão 3,29 min

O radar da inovação

Uma travessia difícil, por alguns caminhos já existentes, outros novos, desconhecidos, exigindo mapas e radares inovadores. Assim José Eduardo Fiates, diretor de Inovação e Competitividade da Fiesc – Federação das Indústrias de Santa Catarina –, define o atual momento da indústria catarinense, precisando se reinventar após enfrentar a pandemia. “A reinvenção da indústria” foi o tema da palestra de José Fiates na Expogestão 2021.

“Estratégia, inovação e transformação. Esses são os pilares do que chamamos, na Fiesc, de Radar Reinvenção”, explica o diretor. O Radar foi gerado a partir da experiência na pandemia, que resultou no Programa Travessia. Lançado em junho passado, é uma iniciativa que busca a reinvenção e a recuperação da indústria e da economia do estado pós-pandemia. “Na realidade – prossegue Fiates – houve uma antecipação das mudanças que já vinham sendo planejadas, com acentuação das prioridades, aumento da complexidade, ameaça pressionando e oportunidades inspirando no campo das megatendências mundiais. O objetivo é ajudar a economia catarinense a dar um salto de performance.”

Grande parte do programa se baseia na chamada Curva S, um gráfico, na grande maioria das vezes em formato de S, que mostra o resultado acumulado do início ao fim de um avanço físico ou volume financeiro das atividades de um projeto. A representação gráfica permite o claro contraste entre os desvios daquilo que foi planejado em comparação com o realizado.

O mapa estratégico do programa baseia-se, também na metodologia PDCA (do inglês Plan, Do, Check, Act ou Adjust). É um método de gestão utilizado para o controle e melhoria contínua de processos e produtos. Baseia-se na repetição e pode ser utilizado em qualquer ramo de atividade.

Parcerias estratégicas

O Programa Travessia fomenta a formação de parcerias estratégicas, fortalecendo o ecossistema: fornecedor, parceiro, cliente e networking. “Um padrão de desempenho – compara Fiates – que porventura você teria trabalhando sozinho, pode chegar a outro padrão de desempenho, numa outra capacidade de reinvenção, de resiliência, de adaptação a essa complexidade maior, proveniente de eventos extraordinários, exatamente porque você consegue trabalhar com outros atores do ecossistema, gerenciando no dia a dia e promovendo um crescimento cada vez maior. Isso também é reinvenção: acreditar e trabalhar forte no sentido de cooperar, de trabalhar em cluster integrado com outros parceiros.”

O Radar Reinvenção é justamente “uma proposta de entender que existe um radar, para identificar o caminho, monitorar o que está acontecendo no mapa, verificar o caminho da nossa empresa e construir um caminho cada vez mais seguro, para chegar a um destino promissor e desejado por todos”.

Os elementos que compõem o mapa de fundo do radar, as referências, as coordenadas, o processo de mudança são: a decisão para reinventar, a delimitação e caracterização do ecossistema, o diagnóstico competitivo do ambiente, a diretriz inspiradora, o design de uma estratégia competitiva, o desenvolvimento dos projetos de mudança, o desdobramento da execução e a disseminação e engajamento das pessoas.

Todo esse trabalho vai se consolidar num fórum, agendado para novembro, com a participação do topo de decisão de grandes empresas catarinenses.

Saiba mais sobre

Autor

ExpoGestão

Ao longo de 18 anos, a ExpoGestão se consolidou como um dos mais renomados encontros empresariais do Brasil. A ExpoGestão se converteu em uma plataforma de soluções, mantendo nosso DNA: uma curadoria primorosa, que sente as alegrias e dores do gestor brasileiro e lhe traz, sob medida, os conteúdos mais relevantes, instigantes e inspiradores – de saúde mental a transformação digital, do novo papel da liderança a cenários político-econômicos, de inovação a estratégia.


Experimente nossa plataforma. São mais de 50 vídeos para você se inspirar


Saiba Mais

Conteúdos Relacionados

Não há postages relacionadas.

Outras Postagens